Boicote de Bolsonaro à ‘Folha’ imita medida que Trump tomou contra jornais dos EUA

Imitando seu homólogo e ídolo Donald Trump, o presidente Jair Bolsonaro anunciou na quinta-feira que ordenou que os órgãos do Governo Federal cancelem todas as assinaturas da Folha de S. Paulo, em protesto contra a cobertura de sua gestão. A Casa Branca anunciou há apenas uma semana uma medida similar, mas de alcance menor: a sede da Presidência americana cancelou a compra diária dos jornais The New York Times e The Washington Post, os mais influentes dos EUA. Profundamente irritados com o escrutínio da imprensa, os dois mandatários compartilham um discurso de ataque constante aos veículos de comunicação, acusando-os de ser fábricas de notícias falsas desde as campanhas eleitorais que os levaram ao poder nos dois maiores países das Américas. São frequentes as decisões e declarações do ultradireitista brasileiro (e de seus filhos) que minam as instituições democráticas e as liberdades básicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *