“Eu tenho espírito público, não espírito de porco”, afirma ACM Neto a respeito da decisão de não reabrir o comércio

O desabafo do gestor foi feito em coletiva na tarde de hoje (1°) na capital baiana.

“Eu me coloco no lugar – talvez muitos não se coloquem – daqueles que estão internados em leitos de UTI, daqueles que estão com falta de ar, em cima de uma cama, das famílias que já perderam seus entes queridos, me coloco no lugar das pessoas mais pobre que estão com medo do coronavírus, e de amanhã ou depois não conseguirem um tratamento que salve suas vidas. […] Quem não tem dinheiro fica como? Estamos falando de vidas.”, afirmou. Nesta quarta-feira( (1°) , o Brasil ultrapassou 60 mil mortes e 1,4 milhão de casos de Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *