Publicada em 01 de Outubro de 2018 ás 07:56:19
Fundo Eleitoral banca deputado-presidiário, diz coluna

Partidos estão destinando recursos do Fundo Eleitoral até mesmo para campanhas de candidatos que começaram a cumprir pena de prisão após condenação da Justiça, diz a Coluna do Estadão. É o caso dos deputados federais João Rodrigues (SC) e Celso Jacob (RJ), que buscam a reeleição. O PSD destinou ao primeiro R$ 200 mil do fundo formado exclusivamente por recursos públicos. Já o MDB deu R$ 500 mil ao segundo. Em junho, Jacob migrou do regime fechado para o aberto. Já Rodrigues só não voltou para a Papuda devido à restrição de prisão no período eleitoral. Os TREs catarinense e fluminense negaram o registro aos dois deputados. O do Rio chegou a proibir Jacob de usar recursos do fundo, mas uma liminar do TSE permitiu que ele fizesse campanha. Ambos recorreram. Jacob aposta em vitória no TSE para ganhar mais dinheiro. “Tá faltando R$ 1 milhão ainda”, reclama. João Rodrigues gastou tudo. “Ele já tá duro. R$ 200 mil não dá nem pra começar”, diz seu advogado, Marlon Bertol.

[ Imprimir ]