Seja bem vindo! Salvador, 20 de Outubro de 2018
   

Mario Sergio Cortella • Preste ATENÇÃO em quem discorda de você

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.
Confúcio



14/10/2018
Paulo Senna - Porto Seguro - Ba
Espero que realmente as propostas dos candidatos, saiam do papel!
14/10/2018
Cláudia Fernandes- Salvador - Ba
Minha gente, o que está acontecendo com a economia da nossa Bahia? O hotel Othon vai fechar?
13/10/2018
Márcio Mendes - Feira de Santana - Ba
Que Deus esteja por nós! Independente do presidente eleito!
31/07/2018
Maria José - Salvador - Ba
Se a Av. ACM já não anda, imaginem a partir de amanhã, com a construção do BRT. Salvador vai parar!
31/07/2018
Marcos Sampaio - Salvador - Ba
Minha gente, com a reforma da orla de Ondina, aquele trcho está um caos!!Meu Deus...
Para fechar a semana em Segundo Sol
A novela mostrará Karola respirando aliviada quando o filho lhe disser que Rosa rompeu o namoro sem explicar seus motivos. Ao mesmo tempo, a filha de Agenor já aparecerá em uma loja de luxo comprando um vestido.... - Leia mais em https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/virada-em-segundo-sol-rosa-trai-valentim-humilha-o-pai-e-da-show-de-ostentacao-21219?cpid=txt
A novela mostrará Karola respirando aliviada quando o filho lhe disser que Rosa rompeu o namoro sem explicar seus motivos. Ao mesmo tempo, a filha de Agenor já aparecerá em uma loja de luxo comprando um vestido.... - Leia mais em https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/virada-em-segundo-sol-rosa-trai-valentim-humilha-o-pai-e-da-show-de-ostentacao-21219?cpid=txt
Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Luzia se lamenta com Groa sobre a fuga de sua filha. Ícaro e Acácio procuram por Manuela. Narciso usa drogas com Manuela. Cacau se emociona ao ver Luzia/Ariella e Ícaro juntos. Maura elogia Ionan, que fica sem graça. Nice sofre com a ausência das filhas. Narciso discute com Manuela. Ícaro tenta descobrir o paradeiro de Rosa. Rosa vai ao restaurante de Cacau e humilha Agenor. Manuela pede para Acácio permitir que ela fique no casarão. Beto/Miguel questiona Karola sobre Remy. Cacau pede para adiar seu casamento com Roberval. Ionan conta para Beto/Miguel o que esconde. Rosa volta para a casa de Laureta, agora como sua sócia.
Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Luzia se lamenta com Groa sobre a fuga de sua filha. Ícaro e Acácio procuram por Manuela. Narciso usa drogas com Manuela. Cacau se emociona ao ver Luzia/Ariella e Ícaro juntos. Maura elogia Ionan, que fica sem graça. Nice sofre com a ausência das filhas. Narciso discute com Manuela. Ícaro tenta descobrir o paradeiro de Rosa. Rosa vai ao restaurante de Cacau e humilha Agenor. Manuela pede para Acácio permitir que ela fique no casarão. Beto/Miguel questiona Karola sobre Remy. Cacau pede para adiar seu casamento com Roberval. Ionan conta para Beto/Miguel o que esconde. Rosa volta para a casa de Laureta, agora como sua sócia.
Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Luzia se lamenta com Groa sobre a fuga de sua filha. Ícaro e Acácio procuram por Manuela. Narciso usa drogas com Manuela. Cacau se emociona ao ver Luzia/Ariella e Ícaro juntos. Maura elogia Ionan, que fica sem graça. Nice sofre com a ausência das filhas. Narciso discute com Manuela. Ícaro tenta descobrir o paradeiro de Rosa. Rosa vai ao restaurante de Cacau e humilha Agenor. Manuela pede para Acácio permitir que ela fique no casarão. Beto/Miguel questiona Karola sobre Remy. Cacau pede para adiar seu casamento com Roberval. Ionan conta para Beto/Miguel o que esconde. Rosa volta para a casa de Laureta, agora como sua sócia.
Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Luzia se lamenta com Groa sobre a fuga de sua filha. Ícaro e Acácio procuram por Manuela. Narciso usa drogas com Manuela. Cacau se emociona ao ver Luzia/Ariella e Ícaro juntos. Maura elogia Ionan, que fica sem graça. Nice sofre com a ausência das filhas. Narciso discute com Manuela. Ícaro tenta descobrir o paradeiro de Rosa. Rosa vai ao restaurante de Cacau e humilha Agenor. Manuela pede para Acácio permitir que ela fique no casarão. Beto/Miguel questiona Karola sobre Remy. Cacau pede para adiar seu casamento com Roberval. Ionan conta para Beto/Miguel o que esconde. Rosa volta para a casa de Laureta, agora como sua sócia.
 

Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Luzia se lamenta com Groa sobre a fuga de sua filha.

Como matemático inventou há mais de 150 anos a fórmula das buscas no Google

Cada vez que você faz uma busca simples no Google ou em qualquer outro buscador informático, entre os mecanismos de programação que permitem encontrar o que procura há princípios de lógica que foram concebidos há mais de 150 anos. 

 
 
14/10 - 08:54


Após terminar em sétimo lugar na disputa pela presidência da República, Henrique Meirelles (MDB) disse, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, que vai ficar "independente" no segundo turno das eleições. O candidato derrotado fez ponderações sobre os programas econômicos de Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL). "O programa do Haddad é o que está no plano de governo do PT ou o que foi o Lula no primeiro mandato? Se for o Lula 1, foi um bom governo do ponto de vista econômico. Se for o que foi a Dilma, é péssimo, um desastre. Do lado do Bolsonaro, se for o que está dito pelos economistas liberais, é um bom plano. Agora, se for produto mais direto do que o candidato tem dito, algumas vezes com conteúdo estatizante, aí é mais questionável", disse. Meirelles ainda disse que pretende criar um canal no YouTube para veicular conteúdos, com a participação de especialistas de diversas áreas. "Nas pesquisas que fiz, saí com boa imagem da eleição. Isso, de fato, me dá uma possibilidade muito grande de influenciar o debate", afirmou.

 
14/10 - 08:44


Reeleito senador pelo PSDB, Tasso Jereissati afirmou que será oposição no próximo governo, independente de quem vença o segundo turno das eleições presidenciais. "(Nos estados), cada um nas suas eleições que tome a versão que quiser. Mas o PSDB não vai apoiar nem um nem outro", declarou em entrevista ao jornal Folha de SP. O ex-presidente nacional do PSDB considerou como traição a "posição bolsonariana" do candidato ao governo de São Paulo, João Dória (PSDB), em detrimento a Geraldo Alckmin, postulante do partido à presidência no primeiro turno. Para ele, Jair Bolsonaro (PSL), "não tem a linha" tucana. O psdbista afirma que o grupo de Bolsonaro no congresso é "muito perigoso" para democracia, e senadores já se articulam em um "grupo do bom senso". "Seja de esquerda ou de direita, que vá se aglutinando para evitar essa polarização", defende.

 
14/10 - 08:42


No primeiro turno das eleições, os candidatos tiveram R$ 2,82 bilhões em receita, destes, R$ 2,06 bilhões (73%) saíram dos cofres públicos, dos fundos partidário e eleitoral, aponta o balanço do financiamento divulgado na última quinta-feira (11) pelo Tribunal Superior Eleitoral. Como ainda há disputa em segundo turno pela Presidência da República e pelo governo de 13 estados e do Distrito Federal, os valores provenientes dos cofres públicos vão aumentar. Nestas eleições, o financiamento vem de três fontes. O dinheiro proveniente dos cofres públicos, de fundo eleitoral e fundo partidário, divididos entre os candidatos a critério de cada legenda atingiu R$ 2,7 bilhões. A segunda maior fonte foi as doações de pessoas físicas, que somaram R$ 407 milhões. Por último fica o dinheiro dos próprios políticos, que arcaram com R$ 357 milhões. As TVs e os rádios ainda vão deixar de pagar cerca de R$ 1 bilhão de imposto pela veiculação da propaganda eleitoral dos candidatos.
 

 
14/10 - 08:23


As estatais de saneamento básico têm enfrentado dificuldades para gerar receitas e cobrir as despesas. Um levantamento do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis), do Ministério das Cidades, apontou que, em média, os gastos das companhias, responsáveis por um dos setores com mais deficiências do Brasil, superam em 12% a arrecadação. 

 
14/10 - 08:08


O programa eleitoral deste sábado do candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, esteve focado nas suas ações como ministro da educação, citando a criação de programas como o Prouni e o Fies sem fiador. A vice na chapa, Manuela D’Ávila também aparece. Ela cita o uso de “fake news” contra a candidatura de Haddad.

 
14/10 - 08:01


Depois dos escândalos envolvendo o nome da família em investigações decorrentes da Lava Jato, que culminaram na prisão do irmão Geddel Vieira Lima a quem é atribuído o bunker de R$ 51 milhões em Salvador, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) não se reelegeu por seu estado, a Bahia.

 
13/10 - 22:06


O PSL, de Jair Bolsonaro, já negocia a filiação de cerca de 10 parlamentares que se elegeram por partidos que não atingiram a cláusula de barreira, conforme informações da coluna BR18, do Estadão. Caso a legenda consiga mais cinco deputados federais, ela terá a maior bancada da Câmara na próxima legislatura. As regras eleitorais permitem que os parlamentares troquem de partido caso eles estejam filiados a legendas que não atingiram a cláusula de barreira. Atualmente, a maior bancada da Câmara é do PT, com 56 integrantes. O PSL aparece na segunda posição, com 52 parlamentares.
 

 
13/10 - 21:47


O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que Arabia Saudita pode estar por trás do desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi e advertiu que, se esse for o caso, Washington adotará "severa punição". "Vamos chegar a uma conclusão disso e haverá uma severa punição", disse Trump à CBS.  "Neste momento, eles negam e negam veementemente. Poderiam ser eles? Sim", afirmou o presidente dos EUA na entrevista, que foi realizada na quinta-feira (11) e será transmitida na íntegra no domingo (14).

 
13/10 - 21:44


O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou na manhã deste sábado que seguirá neutro nas disputas eleitorais em segundo turno para os governos estaduais nos Estados em que não há postulantes do partido, mas disse que encontraria com o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria, “sem problemas”. Na sexta-feira, feriado de Nossa Senhora Aparecida, Bolsonaro evitou uma reunião com Doria, apesar da insistência do tucano, cuja assessoria divulgou o encontro, negado por assessores do candidato do PSL. Doria chegou a viajar à tarde para o Rio, mas não encontrou Bolsonaro. Na manhã de sexta, por meio de sua assessoria, Doria, confirmou que se encontraria com Bolsonaro às 17h30. O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, porém, disse desconhecer a reunião, agradeceu publicamente a aliança proposta pelo ex-prefeito de São Paulo e declarou que Bolsonaro não apoiaria o tucano. Neste sábado, Bolsonaro comentou a saia-justa em rápida entrevista a jornalistas, ao chegar, pela manhã, na casa do empresário Paulo Marinho, onde tem gravado imagens para a campanha eleitoral na TV. “Estamos neutros, exceto em Estados onde temos candidatos. No tocante ao Dória, quero agradecer ao apoio dele. Não havia combinado (o encontro na sexta-feira), não sei quem foi que combinou isso aqui. Encontro com ele, bato papo com ele sem problema nenhum”, afirmou Bolsonaro, conforme vídeo publicado no portal G1. O presidenciável destacou que a oposição ao PT o une a Doria. “Sei que ele é oposição ao PT, somos oposição ao PT, e sei que, no outro lado, o França, tem apoio velado do PT. Então, no momento, desejo boa sorte ao Dória”, completou Bolsonaro. Questionado sobre sua posição na disputa em segundo turno para o Estado do Rio, entre Eduardo Paes (DEM) e Wilson Witzel (PSC), o presidenciável respondeu: “Aqui (no Rio) estou neutro”.

 
13/10 - 20:56


A bancada sindical na próxima legislatura, que começa no dia 1º de fevereiro de 2019, será menor do que na atual. Foram eleitos somente 33 representantes de sindicatos na última eleição para a Câmara Federal, contra os 51 que atualmente exercem mandato. O levantamento foi feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), com base nos dados oficial da Justiça Eleitoral. A partir do próximo ano serão 18 deputados a menos no debate dos interesses dos trabalhadores, como direitos previdenciários e trabalhistas.

 
13/10 - 20:20


                      Presidente da União dos Escoteiros do Brasil/ Região Bahia, Petronilio Xavier Lopes Neto, é membro desde 1984 do Movimento

(Por Fernanda Dourado)

A intolerância social, religiosa, racial, sexual, e, principalmente, a política está deixando o brasileiro mais intransigente, inflexível e sem tolerância alguma para conviver com as diferenças. Paralelo a isso, vivendo em um ambiente onde praticar diariamente uma boa ação e estar sempre alerta para ajudar o próximo, o 27° Mutirão Nacional Pioneiro, maior e mais importante atividade do Ramo Pioneiro dos Escoteiros do Brasil - atraiu 300 jovens de todo o país à cidade de Salvador - capital da Bahia. Durante quatro dias, os escoteiros realizaram atividades educativas, envolvendo serviço comunitário, atividades turísticas e de contato com a natureza. Em entrevista ao Bahia Repórter, o presidente da União dos Escoteiros do Brasil/ Região Bahia, Petronilio Xavier Lopes Neto, que é membro da entidade desde 1984, afirma que o escotismo é um movimento para jovens que visa atender às demandas sociais. Ainda, de acordo com ele, o movimento prega o respeito e compromisso ao próximo contribuindo, mais precisamente, com a formação do caráter - tendo como base dois pilares: a escola e a família. “Nos baseamos na aceitação da lei e da promessa escoteira, ou seja, aprender fazendo e, claro, a vivência em equipe, a progressão pessoal - que em conjunto forma o método escoteiro”, afirmou Petronilio.


O Lobino, Carlos Alberto, com a chefe Mariana

O escoteiro Tiago Ramos é pai do pequeno, Carlos Alberto, de apenas seis anos, que também já é escoteiro na categoria Lobinho do Grupo Duque de Caxias 12 BA, que fica localizado no 19BC no bairro do Cabula, há 46 anos. Para Tiago Ramos, que estava afastado da atividade em consequência da agenda do trabalho, retornou para o escotismo com toda a família. “Na verdade, retornei ao movimento levando junto comigo minha família: minha esposa e meu filho e, também, minha sobrinha e afilhada. Além de ser muito prazeroso para nos adultos é educativo - já que desenvolve diversas atividades lúdicas com crianças e jovens, visando o desenvolvimento físico, espiritual, social, afetivo e a formação do caráter de cada um deles”, afirmou Tiago. Sem dúvida, um movimento que proporciona um ambiente de colaboração - onde se constroem amizades e valores levados por toda a vida - é de extrema importância em um mundo que os valores estão totalmente invertidos.

 
13/10 - 19:32


O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, disse hoje (13), em visita ao conjunto habitacional Promorar Raposo Tavares, na zona oeste paulistana, que, se for eleito, retomará o Programa Minha Casa, Minha Vida, entregando 500 mil unidades por ano. Ele disse que pretende destinar áreas da União das grandes cidades para a construção das casas.

 
13/10 - 07:39


O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM) afirmou que está sendo negociados apoios de bancadas e frentes parlamentares ao candidato a presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, que deverão ser apresentados na próxima semana. Cotado para assumir a Casa Civil num eventual governo Bolsonaro, Lorenzoni afirmou ainda que é cedo para confirmar se vai assumir um ministério. "Precisamos ganhar a eleição no dia 28 para depois poder falar de governo. Qualquer coisa antes não tem sentido", afirmou, ao jornal Estadão.

 
12/10 - 10:33


Inaugurado em 1975, o Bahia Othon Palace Hotel, que fica localizado em Ondina, vai fechar no dia 19 de novembro. Nesta semana o executivo Bruno Heleno deixou a Rede Othon depois de 16 anos. Atual diretor de Vendas e Marketing, ele já atuou em diversos departamentos na rede, como gerência geral do BH Othon Palace e gerente de Vendas São Paulo. No ano passado, o Hotel Pestana, também tradicional em Salvador, foi fechado. "Estamos acompanhando os números de ocupação. Só nesse feriado mesmo, 100% de ocupação. Notícias de que o Othon tem reserva até março. Para o Réveillon, está bem vendido. A gente vai tomar providências para tentar ver se o Estado pode ajudar em alguma coisa. Vamos lutar para manter, mas às vezes é uma decisão maior, como foi o caso do Hotel Pestana", afirmou o secretário de Turismo da Bahia, José Alves, ao site.

 
11/10 - 12:03


 (Por Fernanda Dourado) As eleições 2018 para os cargos de governadores, senadores, deputados federais e deputados Estaduais foram meras coadjuvantes neste pleito. O brasileiro - focou na batalha entre os candidatos a presidência da República. Apesar de mais politizados, os brasileiros estão, também, mais intolerantes. O que vemos hoje é intransigência às ideias alheias. Os extremistas tanto da direita, quanto da esquerda não aceitam - de maneira alguma - que o outro defenda o que muitos acreditam ser indefensável. A divergência de pensamentos faz parte da democracia e, claro, é louvável que todos intercedam - com unhas e dentes - sua opinião, mas é plausível não repulsar com ódio as alheias. Afinal, vivemos em uma democracia e, não, em uma ditadura. A intransigência política parece ter deixado o Brasil estagnado no século 19 - já que muitos continuam a achar que podem decidir o voto alheio. A intransigência é tanta que a agressão deixou de ser verbal e foi além com a tentativa de homicídio ao candidato à presidência pelo PSL,Jair Bolsonaro, esfaqueado durante um ato político na cidade de Juiz de Fora, no estado de Minas, no dia 6 de setembro. Segundo a polícia federal, o atentado ao presidenciável foi motivado por inconformismo político. Um mês e dois dias após a tentativa de homicídio a Bolsonaro, o mestre de capoeira Moa do Katende foi morto com 12 facadas após uma discussão política, em Salvador, na Bahia, de acordo com a polícia o assassinato também foi por questões políticas quando a vítima disse votaria no PT. Expressar posições políticas virou algo perigoso em pleno século XXI. Vale lembrar que a ditadura militar foi um período de governo autoritário no Brasil. Durou 21 anos, iniciou em 1964, mas acabou há 33 anos. Portanto, apesar da modernidade tecnológica ter nos aproximando virtualmente - a mesma revelou o lado autoritário, sombrio, deselegante e  sectarista de muitos eleitores. Quando há divergências políticas nas redes sociais é deplorável ler os comentários. Algumas mensagens imagina-se que não foram escritas por pessoas em plena sanidade mental. Ao invés de tentar convencer o outro através de propostas, as ofensas tomam contam das discussões políticas de ambos os lados. A possibilidade de quem pensa de um jeito vir a pensar de outro, muitas vezes, é deixada de lado pelo radicalismo político e pela afronta a opinião alheia. A intransigência política vem ganhando espaço nos discursos da sociedade, sobretudo nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp. Os mais radicais tentam impor a todo custo suas preferências partidárias, seus candidatos e suas ideias às escolhas dos outros. É entristecedor como a sociedade está inflexível e não suporta ser contrariada. O voto além de secreto é soberano. A democracia é um sistema que assegura que a maioria decida. Dessa forma, devamos aceitar a decisão dos brasileiros e torcer por um país de progresso - independente de quem seja o presidente eleito no dia 28 de outubro. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
11/10 - 10:30


A Liq (Contax) afirmou, nesta sexta-feira, 11, que o economista Paulo Guedes, chefe da equipe econômica de Jair Bolsonaro, não é diretor da empresa, como afirmou, em documento de instauração de Procedimento Investigativo Criminal, a força-tarefa da Operação Greenfield. Guedes é investigado por supostas fraudes em fundos de pensão. Em um trecho do documento que deu início às investigações, a Contax é atribuída a Guedes, e a Procuradoria afirma a necessidade de investigar se há relações entre doações da empresa e aportes em fundos de investimentos do economista de Bolsonaro. Segundo a empresa Paulo Roberto Reckziegel Guedes a dirigiu.

 
11/10 - 10:26


Um grupo de parlamentares já tenta articular a candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para voltar a comandar a Câmara dos Deputados em 2019. Dele fazem parte deputados de esquerda — eles querem evitar que, num eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a Casa caia em mãos do grupo do capitão reformado.

 
11/10 - 07:56


A pesquisa XP Investimento, divulgada nesta quinta-feira (11) pelo Instituto de pesquisas sociais, políticas e econômicas (Ipespe), mostra o candidato a presidente, Jair Bolsonaro (PSL), com 59% das intenções dos votos válidos, 18 pontos a mais do que o petista Fernando Haddad, que arranca com 41%. Em relação aos votos totais, Bolsonaro tem 51% contra 36% de Haddad. A pesquisa foi registrada com o número BR-02361/2018, ouviu 2000 eleitores em todo o Brasil. A margem de erro é de 2,2% para mais ou para menos.

 
08/10 - 10:48


O empresário João Amoêdo ficou minutos na fila até chegar sua vez de votar, ontem pela manhã em sua zona eleitoral no Rio de Janeiro. Não passou à frente de pessoas comuns como costuma acontecer quando presidenciáveis vão votar. Fechou sua campanha da forma como a conduziu desde o início: tentando se vender como diferente dos políticos “que estão aí”.

 
08/10 - 10:46


O Comitê de Direitos Humanos da ONU confirma que apenas tomará uma decisão definitiva sobre a queixa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2019. Nesta segunda-feira, 8, o órgão iniciou sua última reunião do ano e o caso do brasileiro não foi incluído na agenda. Ao Estado, Margo Waterval, uma das 18 especialistas independentes do Comitê e responsável por presidir o grupo que seleciona os casos a serem tratados, confirmou que Lula “ficará para algum momento em 2019”.

 
08/10 - 08:51


A campanha de Jair Bolsonaro (PSL) enxerga como um desafio para o 2.º turno controlar seu candidato a vice, general Hamilton Mourão (PRTB). De acordo com a Coluna do Estadão, a estratégia é isolá-lo e vendê-lo como alguém folclórico, uma vez que ele é considerado fora de controle e que de nada adiantaram os pedidos para que parasse com as declarações polêmicas. O problema é como fazer isso sem passar a impressão de que, se eleito, Bolsonaro já chega tendo problemas com o vice, munição certa para o seu adversário, Fernando Haddad (PT). Militares entrarão em campo para ajudar na tarefa. No primeiro turno, Mourão já disse que o 13.º salário é uma jabuticaba, que o neto é bonito por representar o “branqueamento da raça” e que o “Brasil herdou indolência dos indígenas e malandragem dos africanos”. Em conversas com seu círculo mais íntimo, Bolsonaro demonstra que perdeu a paciência com o vice, a quem já chama na intimidade de “imbecil”, segundo dois interlotures, e diz não entender a razão de o general insistir em polemizar.

 
07/10 - 15:32


Se Fernando Haddad (PT) passar para o segundo turno da eleição presidencial, ele vai adotar uma nova estratégia. O petista deve explorar sua relação com a família e com a religiosidade, sendo apresentado como “homem de fé, marido e pai cioso e reverente aos patriarcas”, assim como o avô Cury Habib Haddad, sacerdote da Igreja Ortodoxa. A informação é do blog Painel, da Folha de S. Paulo. De acordo com a publicação, o presidenciável carrega uma foto do avô dentro da carteira. Um indício desse novo comportamento foi demonstrado no debate da TV Globo, realizado na quinta-feira (4). Na ocasião, o petista enalteceu seu casamento de três décadas e falou de seu pai como uma de suas grandes inspirações. Segundo o blog, essa estratégia segue o intuito de neutralizar as notícias falsas que foram veiculadas contra o candidato nos últimos dias.

 
07/10 - 15:15


A Alfândega da Receita Federal apreendeu, na noite de ontem (5), 50 mil comprimidos de ecstasy e 1 kg de skank durante fiscalização de bagagens no Aeroporto de Salvador. As drogas estavam escondidas em um fundo falso na mala de um brasileiro de 27 anos, que chegava de vôo vindo de Madrid, com escala em Lisboa. De acordo com a Receita Federal, as autoridades aduaneiras avaliaram a apreensão em quantia superior a R$ 2 milhões no mercado. O portador dos produtos foi encaminhado à Polícia Federal, que já investiga o caso.

 
07/10 - 15:12


O movimento na Faculdade de Administração da Universidade Federal da Bahia (Ufba) é grande e os eleitores enfrentam longas filas. O tempo de espera para a votação chega a aproximadamente duas horas. Devido ao movimento intenso, os eleitores são orientados a voltar mais tarde.

 
05/10 - 11:21


O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, disse nesta sexta-feira, 5, em campanha no Rio, que considera normal o fato de integrantes do seu partido declararem apoio, antes mesmo da realização do primeiro turno, a outro concorrente. Num contraponto, ele disse ter recebido também apoio de dois governadores do MDB, ressaltando que isso evidencia que o Brasil precisa de uma reforma política.

 
«« Primera | Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | Proxima | Última »»
17/10/2018 | 16:31:29
Em plena democracia, a intolerância política faz vítimas

 (Por Fernanda Dourado) As eleições 2018 para os cargos de governadores, senadores, deputados federais e deputados Estaduais foram meras coadjuvantes neste pleito. O brasileiro - focou na batalha entre os candidatos a presidência da República. Apesar de mais politizados, os brasileiros estão, também, mais intolerantes. O que vemos hoje é intransigência às ideias alheias. Os extremistas tanto da direita, quanto da esquerda não aceitam - de maneira alguma - que o outro defenda o que muitos acreditam ser indefensável. A divergência de pensamentos faz parte da democracia e, claro, é louvável que todos intercedam - com unhas e dentes - sua opinião, mas é plausível não repulsar com ódio as alheias. Afinal, vivemos em uma democracia e, não, em uma ditadura. A intransigência política parece ter deixado o Brasil estagnado no século 19 - já que muitos continuam a achar que podem decidir o voto alheio. A intransigência é tanta que a agressão deixou de ser verbal e foi além com a tentativa de homicídio ao candidato à presidência pelo PSL,Jair Bolsonaro, esfaqueado durante um ato político na cidade de Juiz de Fora, no estado de Minas, no dia 6 de setembro. Segundo a polícia federal, o atentado ao presidenciável foi motivado por inconformismo político. Um mês e dois dias após a tentativa de homicídio a Bolsonaro, o mestre de capoeira Moa do Katende foi morto com 12 facadas após uma discussão política, em Salvador, na Bahia, de acordo com a polícia o assassinato também foi por questões políticas quando a vítima disse votaria no PT.

17/10/2018 | 16:29:12
Século XXI, expressar posições políticas virou algo perigoso

(Por Fernanda Dourado)

Vale lembrar que a ditadura militar foi um período de governo autoritário no Brasil. Durou 21 anos, iniciou em 1964, mas acabou há 33 anos. Portanto, apesar da modernidade tecnológica ter nos aproximando virtualmente - a mesma revelou o lado autoritário, sombrio, deselegante e  sectarista de muitos eleitores. Quando há divergências políticas nas redes sociais é deplorável ler os comentários. Algumas mensagens imagina-se que não foram escritas por pessoas em plena sanidade mental. Ao invés de tentar convencer o outro através de propostas, as ofensas tomam contam das discussões políticas de ambos os lados. A possibilidade de quem pensa de um jeito vir a pensar de outro, muitas vezes, é deixada de lado pelo radicalismo político e pela afronta a opinião alheia. A intransigência política vem ganhando espaço nos discursos da sociedade, sobretudo nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp. Os mais radicais tentam impor a todo custo suas preferências partidárias, seus candidatos e suas ideias às escolhas dos outros. É entristecedor como a sociedade está inflexível e não suporta ser contrariada. O voto além de secreto é soberano. A democracia é um sistema que assegura que a maioria decida. Dessa forma, devamos aceitar a decisão dos brasileiros e torcer por um país de progresso - independente de quem seja o presidente eleito no dia 28 de outubro. 

 
05/09/2018 | 12:45:21
Propaganda “contra” de Irmão Lázaro irrita deputados da base de José Ronaldo

 Um político que assistiu anteontem ao programa eleitoral teve a certeza de que o candidato a senador Irmão Lázaro (PSC) pertencia ao grupo do governador Rui Costa (PT) e não ao do candidato a governador José Ronaldo (DEM). Motivo: Lázaro é único candidato que tem feito discurso aberto, no programa eleitoral, contra a aprovação da reforma da Previdência e a Trabalhista, defendidas pelo partido de Ronaldo e de seus apoiadores. Deputados federais que ajudaram na aprovação da reforma trabalhista por considerarem-na importante para o país são os mais indignados com o candidato do PSC. (Com informações da Raio Laser)

07/08/2018 | 23:19:26
Perto da eleição, José Trindade decide se licenciar da Câmara de Vereadores
O vereador José Trindade (Pode) decidiu se licenciar do seu mandato na Câmara de Salvador. Em seu lugar, vai assumir Igor Manasses (PSL). A cerimônia de posse do novo integrante da Casa acontece na próxima segunda-feira (13), às 11h. Trindade deve ser candidato a deputado estadual pelo Podemos na eleição deste ano. Nos últimos meses, outros dois vereadores já deixaram a Câmara em razão do pleito. Sidninho (Pode) deixou o posto para trabalhar na campanha política do grupo ligado ao governador Rui Costa, enquanto Joceval Rodrigues (PPS) será candidato a deputado federal.
07/08/2018 | 23:15:38
Prefeitos acordam com Rodrigo Maia votação de projetos sobre licitações e ISS
 
 
 
Em marcha ao Congresso Nacional, prefeitos de várias cidades brasileiras acordaram nesta terça-feira (7) com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), a votação da reforma da Lei de Licitações e um substitutivo à reforma do Imposto Sobre Serviço (ISS), para a próxima semana.   De acordo com o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Eures Ribeiro, as duas matérias fazem parte da pauta prioritária do movimento municipalista. “Viemos para articulação forte nesse ano eleitoral. Os municípios estão numa situação de penúria e precisam da sensibilidade do Congresso Nacional”, reclamou o gestor, que também é prefeito de Bom Jesus da Lapa, no oeste Baiano.
07/08/2018 | 23:14:34
Senado aprova projeto que tipifica crime de importunação sexual

O Senado aprovou nesta terça-feira (7) um projeto de lei que cria o crime de importunação sexual. A tipificação pode enquadrar, por exemplo, casos registrados de homens que ejacularam em mulheres no transporte público. O texto segue para sanção. A aprovação marca os 12 anos da Lei Maria da Penha, que fortaleceu o combate à violência contra a mulher no Brasil. A lei foi sancionada em 7 de agosto de 2006. A importunação sexual é a prática de ato libidinoso na presença de alguém, sem que essa pessoa dê consentimento. Após a sanção, esses atos se tornarão crimes sujeitos a punição de um a cinco anos de prisão.

03/08/2018 | 18:20:48
'Se um homem não está aberto a ouvir críticas a sua administração, então que abandone a vida pública”, alfineta diretora executiva da Rádio Líder FM ao referir-se ao prefeito de Irecê

(Por Fernanda Dourado)

Após uma mensagem vazada do prefeito de Irecê, Elmo Vaz, do grupo de WhatsApp da UNIP- da Associação dos municípios de Irecê, o imbróglio entre a emissora Líder FM e o prefeito da cidade parece estar longe do fim. O grupo tem apenas 18 prefeitos – integrantes da Associação e o diretor executivo da instituição, Renilton Souza. Na mensagem, Elmo Vaz afirma que a emissora “passa 24 horas falando mal da gestão dele e inventando mentiras” . Ele também questiona  a função da instituição: “Eu pergunto: para que existe associação de prefeitos? Cadê a união dos prefeitos?”, protesta. O ex-presidente da Codevasf ainda ameaça deixar a instituição. “Se a UNIP nada pode fazer eu estou informando o meu desligamento da instituição e vou cuidar de minha vida sozinho”, disparou. Em um longo texto, Elmo diz que tomará medidas. “Irei reagir e tomar providências, pois não sou covarde e tenho meios pra isso. Também não sou ingênuo e sei que tem um bandido por trás de tudo isso”, ao referir-se de forma subliminar ao dono da Rádio J. Sydnei. No final da mensagem, Elmo ainda faz um pedido aos colegas gestores: "Espero que essa mensagem não saia desse grupo, pois ela não é pública e quando assim quiser fazer será por minha conta", disse. O Bahia Repórter ouviu a diretora executiva da Rádio Lider FM, Débora Suelen, que diz ser intolerável, no contexto de uma sociedade fundada em bases democráticas, a repressão à imprensa. “O interesse social, que legitima o direito de criticar, está acima de eventuais suscetibilidades e desejos pessoais das figuras públicas. Pelas declarações ao grupo da Unip e dadas a imprensa, demonstra claramente que trata-se de uma perseguição pessoal. Se um homem não está aberto a ouvir críticas a sua administração, então que abandone a vida pública. Continuaremos nosso trabalho, zelando pelo compromisso de informar e dar vez e voz a população ainda que isso nos custe a perseguição dos tiranos e opressores. Nosso compromisso é com a sociedade de Irecê e região. Nosso silêncio não está a venda”, bradou. A jornalista acrescenta ainda que o prefeito já esteve várias vezes na emissora e sempre foi atendido com cordialidade e respeito.O Bahia Repórter tentou por diversas vezes contato com o prefeito municipal, mas não obteve sucesso.
31/07/2018 | 16:02:05
Intervenções viárias na Avenida ACM começam nesta quarta (1º)

 A partir desta quarta-feira (1º), quem circular pela Avenida ACM deverá ficar atento às mudanças que acontecerão em alguns pontos da via por conta do início das obras da construção de viadutos, elevados e corredores exclusivos de tráfego do BRT. As alterações foram detalhadas pelo superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, durante coletiva de impren

 

Willian Souza Lima, nasceu em Guanambi, cidade localizada a 796 km de  Salvador. A paixão pela arte foi iniciada ainda na infância, mas foi há apenas cinco anos que resolveu se dedicar profissionalmente ao desenho realista e a caricatura digital. Autodidata e apaixonado pelo que faz, ele - que é bem detalhista – busca de forma minuciosa atingir o máximo de detalhes para retratar uma fotografia. Willian Souza Lima participa da Associação dos Artesãos da cidade e sempre que pode expõe suas artes na famosa Feira do Luar que acontece todo mês. Com o sucesso dos desenhos, os pedidos são constantes  e os quadros são enviados para todo o Brasil.

 

 

Há quanto tempo desenha?

 

Desenho desde a infância, desenhos animados, histórias em quadrinhos, Marvel, mas foi em 2013 que comecei a dedicar a grande parte do meu tempo ao desenho realista e a caricatura digital.

 

Quanto tempo gasta?

 

Gasto em média de 36 a 70 horas num desenho realista, isso por que depende do grau de dificuldade, quantidades de pessoas, resolução da foto, se estou inspirado etc..

 

O que te inspira?

 

Inspira-me quando penso em um tema uma imagem que reflita emoção ou sentimento, para transmitir aquilo que a foto realmente mostra e claro ouvindo uma boa música.  O fato de gostar muito de desenhar já me inspira bastante também, começo o esboço já imaginando o resultado. Além, de ser uma terapia.(rs) Artistas muito bons que vejo na internet  fazendo esse mesmo trabalho essa mesma técnica me inspira também.  Desenhar sem inspiração, a atividade se torna desmotivante, onde ocorre a falta e paciência e sem a riqueza de detalhes.

 

 

Recebe encomenda?

 

Sim, recebo bastante, inclusive, para outros estados.

 

Desenha só preto e branco?

No momento só desenho preto e branco (grafite e carvão), mas já estou começando a praticar a técnica do colorido.

 

Onde você fica e o local?

Tenho um estúdio pequeno em casa onde faço minhas artes.

Rua: Maxuel do Nascimento Pereira

Número: 385

Bairro: Alto Caiçara

Guanambi/BA

 


Antônio Conselheiro