Estoque de insumos para intubação em Salvador deve durar mais dez dias, diz prefeito

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, afirmou hoje (19) que os insumos para a intubação de pacientes com Covid-19, como o relaxante muscular rocurônio, vão durar cerca de 10 dias na capital baiana. Citando o desabastecimento em outros estados brasileiros, Bruno afirmou que a prefeitura tentará parcerias com a iniciativa privada para evitar que o problema ocorra na cidade.

Ler mais